Caleidoscópio 60+ chega em Contagem! Novo projeto do CeMAIS que potencializa as políticas para pessoa idosa

CeMAIS dá início ao Caleidoscópio 60+ Contagem, um projeto que irá promover ações como diagnósticos, capacitações, articulações e parcerias, a fim de fortalecer a garantia de direitos e o acesso a serviços pela população idosa da cidade.

 

Fotos: João Pedro Alcântara/PMC

 

O projeto foi aprovado pelo Conselho Municipal do Idoso de Contagem e conta com o patrocínio da CEMIG e do Banco ITAÚ. É a primeira vez que a organização formaliza parceria com o município, o que representa muita satisfação e também um desafio, dada a atuação em um novo território. Sendo assim, já no primeiro dia de execução do projeto, 1º de junho, o CeMAIS participou do 1º Fórum Municipal de Políticas para a Pessoa Idosa, no auditório da faculdade UNA de Contagem (MG). A participação possibilitou que a equipe fizesse contato com atores importantes no diálogo sobre proteção social e cuidado com a pessoa idosa e a garantia de direitos na cidade.

 

Junho Violeta

O mês de junho, que dá início a esse projeto, não é uma data qualquer. Ele foi definido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o mês de Conscientização sobre a Violência Contra a Pessoa Idosa. É um mês de reflexões, de modo a sensibilizar a sociedade como um todo para um enfrentamento coletivo à violência e do exercício do cuidado e da valorização com o envelhecer. Neste sentido, o CeMAIS já possui expertise e engajamento em ações em prol da comunidade de pessoas idosas. A OSC já realizou os projetos Caleidoscópio 60+ Nossos Direitos, que disseminou conhecimento acerca da garantia de direitos da pessoa idosa por toda Belo Horizonte, e o Caleidoscópio 60+ Monitoramento de Projetos, que acompanhou a realização de projetos executados por meio do Fundo Municipal do Idoso de Belo Horizonte (FUMID/BH). Além disso, o CeMAIS atua há cinco anos na melhoria da qualidade de vida para a pessoa idosa institucionalizada por meio do projeto Rede 3i e também está presente no Conselho Municipal do Idoso de Belo Horizonte (CMI-BH), com uma cadeira titular e uma suplente; compõe a Rede de Apoio à Pessoa Idosa de Minas Gerais (RAPI-MG); e participou da fundação e coordenação da Frente Nacional de Fortalecimento à ILPI (FN-ILPI) e da Frente Nacional de Fortalecimento dos Conselhos (FFC).

 

Futuras ações do projeto:

  • Diagnóstico relacionado às pessoas idosas em condições de fragilidade e em cuidado domiciliar;
  • Mapeamento da rede e dos serviços disponíveis para a população 60+ no município;
  • Capacitações sobre gestão e cuidado para organizações parceiras e profissionais, preferencialmente ligadas à assistência social;
  • Atividades de fortalecimento da rede, de garantia de direitos e de potencialização da política pública de atenção à pessoa idosa em Contagem.

As iniciativas visam também a produção e o compartilhamento de informações específicas a respeito da população idosa da cidade, dos serviços ofertados para esse público e da atuação dos atores inseridos nesse universo.

 

Para contatos relacionados ao projeto:

Pâmella Noronha

(31) 98547-5665

pamella.noronha@cemais.org.br